O QUE FAZER EM VISCONDE DE MAUÁ?

Nos anos 30 o presidente Getúlio Vargas escolhe a região como possível refúgio durante a Revolução Constitucionalista. O presidente admirado com as belezas naturais, criou o Parque Nacional de Itatiaia, em 1937. Visconde de Mauá volta a ser lembrada nos anos 70, quando os hippies fazem das vilas uma Shangri-Lá brasileira, criando comunidades alternativas em convívio com a população local.


Hoje, Visconde de Mauá é ponto obrigatório para ecoturistas e praticantes de esportes radicais, como rafting, motocross e canoagem, abrigando inclusive, uma das etapas do Campeonato Brasileiro de Canoagem, geralmente entre os meses de fevereiro e março.

Maringá é a menina dos olhos daqui de cima! Existem duas Maringás. Uma do Rio de Janeiro e outra Mineira. Quem nasce pra cá da ponte é do Rio de Janeiro, prá lá; é mineiro. Maromba é Rio, Santa Clara é Minas. Durante todo o dia, uma enorme quantidade de lojinhas vendem de tudo: boutiques e confecções em geral, couro, Fadas, Duendes e Gnomos.... Visconde de Mauá é a terra da Magia! Conta a lenda que aqui em Mauá, estranhas criaturinhas eram vistas andando pelas pedras das cachoeiras, principalmente à noite! Porém, muito amigáveis, transmitindo energia positiva, amenizando seus defeitos e acentuando suas qualidades. Eu nunca vi mas, andar pelas pedras das cachoeiras à noite, deve ser muito frio e quem sabe: até perigoso, não é mesmo? Então deixemos os gnominhos lá, quietinhos.



Residência em Maringá RJ


Residência em Maringá MG

Em Maringá, tanto pelo lado do RJ, quanto pelo lado MG, encontramos vários restaurantes que ficam abertos até tarde....tem gosto pra tudo: Massas, trutas, foundes, caldos, bolos húngaros, chocolate quente, culinária cubana, alimento integral, produtos da roça, pizza à lenha, sopas, vinhos.....enfim; gastronomia total! Para os lados de Maromba e Vila de Mauá, você também encontra muitas lojinhas e restaurantes, porém em menor quantidade. Tudo em clima de montanha, com belas residências (fotos acima), tornando o cenário fascinante!